Memes e mimimis da blogosfera

Concurso Fail!

O projeto do blog ReporterNet deu o que falar quando foi anunciado. Muitas pessoas disseram que era uma idéia sexista, preconceituosa e tal.
Eu me inscrevi porque não vi a coisa desse jeito, achei meio radical a opinião de algumas pessoas que encaram isso como machismo e tal. Acho que o erro dessa história foi o NOME do concurso, “miss”, que me lembra competições meio fúteis, baseados em quesitos estéticos e superficiais. Me inscrevi SIMPLESMENTE por causa do prêmio, francamente, afinal, ser gratificada por ter um blog com R$ 400 não é nada mal.

Só que agora as coisas estão indo para um lado ruim, feio e sujo. Após uma apuração feita por jurados escolhidos pelo dono do blog, eles chegaram a uma lista de dez blogs finalistas. Bonitinho demais, eu apareci nessa lista, fiquei feliz e tal, mas agora estou é chateada com a bagunça que está aquilo. Uma enquete fraca, que não valida votos por IP (permitindo assim a fraude da mesma) é a que dita o fim do concurso. Poxa vida, o objetivo do concurso é apontar blogs bacanas ou ver quem tem mais tempo para ficar votando ou quem cria o melhor robô???

fiz testes e testes no sistema, e por mais que o moderador do concurso diga que tenha solucionado o problema, logo logo ele volta a acontecer, permitindo inúmeros votos seguidos de uma mesma pessoa. Cadê a credibilidade?

Eu fiz vários comentários lá sobre isso, mandei email para o blogueiro criador do projeto, e sempre educado ele pede desculpas e fala que está buscando solução, mas nada acontece de verdade. O Canha marcou bem um detalhe nos comentários do post de votação:

“É, João, realmente é bizarro ver alguém com 93 leitores de feed com 2.000 votos.”

Francamente, envolver patrocinadores e blogs de outras pessoas em um concurso que traz transtornos para outros blogueiros é uma péssima, por mais que não tenha sido a intenção. Miss blog 2008 FAIL!

Previous ArticleNext Article

5 Comments

  1. Concordo contigo, Raquel.

    A idéia do João foi boa, e acredito que ele tenha boas intenções, mas promover um concurso assim no país do “jeitinho” não tinha como dar certo. O próprio irmão de uma das concorrentes falou nos comentários que chamou os amigos e passou a tarde votando. Não desmerecendo-a, mas esta não é a forma mais justa de determinar a vencedora.

    Acho que o ideal seria desenvolver um sistema idôneo de votos e começar tudo de novo, mas não é todo mundo que tem a grandeza de admitir seus erros.

    Abraço!

  2. Olá, Raquel

    Pena que você tenha publicado esse post, antes de esperar que eu corrigisse meu erro de ter colocado as finalistas em votação online.

    Eu falei que ia dar um jeito e dei. Veja http://www.reporternet.jor.br/miss-blog-brasil-2008-a-justica-sera-feita/

    Mas como você e outras bloggeiras têm todo o direito – e razão – de reclamar do sistema de votos múltiplos, não fiquei aborrecido, apenas magoado.

    Sempre pautei minha vida, que nunca não foi fácil, pela decência, lealdade para com os amigos e me dedicando em ajudar o meu próximo, dentro de minhas possibilidades.

    Grande abraço e sucesso para seu blog.

  3. Ei João,

    durante todo o tempo elogiei sua iniciativa, espero que tenha percebido. Mas o ocorrido com a enquete tem desgastado não só você, como também as blogueiras envolvidas (vide o comentário antes do seu).
    Eu tenho certeza que você teve boas intenções, acredito nisso, mas esse caso isolado realmente gerou uma confusão.
    Que bom que pensou em uma alternativa! Espero que resolva e que tudo termine bem : ]

    abração!

  4. O concurso já começou mal, sem regras definidas, datas e júri em aberto… Não me surpreende saber que o sistema de votação também ficou, digamos, “em aberto”. Uma pena, lamento mesmo pelas blogueiras envolvidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *