Contra o Projeto de Lei do Senador Azeredo

O senador Eduardo Azeredo está tentando aprovar um projeto de lei, chamado de Cibercrimes, que vai alterar consideravelmente o seu modo de uso da Internet. Caso aprovado, o projeto vai tornar sua rotina virtual bem mais complicada, acredite.

Segundo o PL, “obter ou transferir dado ou informação disponível em rede de computadores, dispositivo de comunicação ou sistema informatizado, sem autorização ou em desconformidade à autorização, do legítimo titular, quando exigida” é crime. Portanto, Azeredo, uma das figuras envolvidas na polêmica do Valerioduto, quer bloquear o uso de redes P2P, quer frear o avanço das redes de conexão Wifi, e quer controlar todos os nossos passos dados pela Internet. Ele quer obrigar todos os provedores a fornecer dados da gente, sob a justificativa de facilitar a busca de suspeitos de crimes.

Se esse projeto for aprovado, inúmeras pessoas que usam internet serão tratadas como possíveis criminosos. Se bobear, até blogar vai ser algo ilegal.

Recomendo o post do Nova Corja e do Samadeu para mais informações sobre essa história.

Caso as informações que eu dei tenham sido o suficiente para lhe causar revolta, ou você já saiba de todo esse bafafá-ridículo, assine a petição CONTRA O PROJETO DO AZEREDO.

Se você quer contribuir fazendo mais, no dia 19 de julho será feita uma blogagem coletiva sobre o assunto.